sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Resenha de Batman: Arkham City

Como já sabíamos, o jogo se passa alguns meses depois dos acontecimentos do primeiro jogo. O antigo diretor do Arkham, Quincy Sharp, é prefeito de Gotham e, como malucos fazem maluquices, ele moveu os prisioneiros de Blackgate e internos do Arkham pra um local no meio da cidade - por isso Arkham City.

 "Vai dar merda, Capitão...vai morrer gente"



Como você deve ter imaginado, é óbvio que deu merda.
O site IGN apresentou uma resenha do jogo, feita por Greg Miller, e ela não poderia ser mais impressionante. Já começam classificando a introdução do jogo como "uma das melhores dos jogos modernos".
No modo de batalha (porrada!), que foi tão aclamado no primeiro jogo, notou-se evolução: novos contra-ataques e a possibilidade maior de usar quase todos os artefatos tecnológicos do Cavaleiro das Trevas.
É dito que a emoção de ser Batman continua. E não podia ser diferente quando falamos daquele que provavelmente é o maior expert no combate corpo-a-corpo dos quadrinhos. Batman chega a enfrentar, por exemplo, de uma só vez 20 detentos, podendo sumir nas sombras, imobilizá-los em gárgulas, atacá-los do céu em um mergulho em cima de suas vítimas, assim como outras coisas que sabemos que Batman pode fazer - e que faz de melhor.
O mapa do novo jogo é incrivelmente, icomensuravelmente, inestrobofobicamente *cof, cof* maior que do primeiro jogo. As missões paralelas, muito bem desenvolvidas no Batman: Arkham Asylum, continuarão; assim como os desafios do Charada!
Finalizando, ainda dizendo que o jogo não é perfeito, as coisas negativas não chegam a atrapalhar o número de acertos do jogo. Batman: Arkham City não é apenas um jogo melhor que Batman: Arkham Asylum, mas é um jogo melhor do que a maioria dos jogos atuais.
O jogo ganhou uma nota 9.5/10 e foi escolhido como "Editor's Choice", horanria dado somente aos grandes, como Red Dead Redemption, Dragon Age: Origins, Assassin's Creed II, Deus Ex: Human Revolution e Shenmue (essa pros saudosistas do DreamCast!).
Aqui vai o vídeo da resenha:
 

6 comentários:

  1. excelente texto para me deixar com mais vontade!

    ResponderExcluir
  2. cara,
    mas esse negocio de trase os hospicios pro meio da cidade eu to achando forçado.

    ResponderExcluir
  3. parabéns pelo texto, muito bom de ler e além disso fala de um dos melhores jogos da atualidade ;D

    ResponderExcluir

Vamos lá, comente e deixe sua marca no Vale dos Arcanos.