quarta-feira, 25 de abril de 2012

[D&D Next] Zilhões de novas informações + Playtester

Sejam bem vindos, nobres aventureiros!

Nas últimas semanas, o tempo foi extremamente curto. Entretanto, arranjei um tempinho anteontem, ontem e hoje, para criar um post e colocar vocês a par das últimas informações sobre o novo sistema do Dungeons & Dragons que está por vir:

Bem.. eu não tenho tanta certeza.. Quanto a você?

Não vou desenvolver muito sobre os temas, vou apenas pontuar algumas das últimas novidades, interessante saber que algumas delas foram divulgadas por uma pessoa que VIU o PlayTest, como não assinou o contrato, divulgou por aí alguns detalhes. Tudo pode ser visto também na página do nosso resumão do D&D Next.

* Regras opcionais de "Morale". Isso é, quando os monstros estão com HP baixo, eles simplesmente saem correndo. Semelhante ao AD&D.
* Multi-classe igual a 3a edição. Quando consegues o xp para o próximo nível, você escolhe com qual classe deseja evoluir.
* Heráldica será uma skill.
* Carisma influenciará em testes de medo e encantamento.
* Gridded Combat (combate com tabuleiro) estarão no core books, mas serão optional rules.
* As medidas ainda serão em feet (pés).
* Para morrer, deverá chegar no valor negativo de sua constituição. O jogador fará testes de constituição para tentar estabilizar. A cada teste falhado, levará 1d6 de dano. Tem que passar em 3 para estabilizar.
* Você possui 4 descansos por dia, 2 curtos, que duram 10 minutos e recupera seu nível em HP (pontos de vida). Um descanso de uma hora, que você recupera metade do HP OU re-prepara algumas magias; e um descanso longo, de 8 horas, que recupera metade do HP E pode preparar magias.
* Ataque crítico: Rolou 20, dano máximo E joga novamente. Acertou o segundo ataque, dano extra dependendo da classe (1d6 ladino, 1d10 guerreiro)
* Ações de Interrupção e Reação: Não é o objetivo deles no momento, já que normalmente elas "travam" os combates.
* Ações por rodada: Uma ação + Movimentação. E SÓ. Levantar-se, escalar e pular farão parte da movimentação. Simplificação no mínimo interessante.

* Temas e Background: Aqui requer um pouco mais de atenção. Basicamente são "sets" de skills e/ou feats que acompanham seu personagem. Ao invés de selecionar as skills uma por uma, você poderá simplesmente selecionar o Tema + Background e terá um personagem do nível que escolher, todo desenvolvido.
-- Background: É a história do seu personagem, algumas opções são: Gladiador, Burocrata, Padre, Mente Aberta (Psiônico), Ocultista, Civil, Sábio, Cavaleiro, Harpista, Dustmen, Ladrão, Soldado, entre outros.
---- Background: Dará bônus em SKILLS. Ou simplesmente dará a lista de skill que você possui.
-- Temas: Os temas são algo muito semelhante aos KITs do Ad&d. Você receberá uma listagem de feats e skills, podendo desenvolver o próprio tema ou escolher outro.
---- Temas: Outra similaridade, é com as Classes de Prestígio do 3.5, por exemplo, poderás começar com o tema "Sharpshooter" e depois, em um nível mais elevado, tornar-se um Arcane Archer.
---- Temas level 1 já mencionados: Slayer, Mystic, Guardian, Lurker, Leader, Sharpshooter, Skirmisher, Tempest, Weapon Master, Wild Talent, Domain Themes, Avenger, Werewolf, Revenant, Disciple of Tenser, Alchemist, Red Wizard, Commoner, Noble, Knight, Apprentice, Planetouched, Deva, Pub-Crawler.
---- Temas level 6 já mencionados: Arcane Archer, Eldritch Knight, Shadowdancer, Necromancer, Enchanter, Abjurer, Axe Specialist, Dwarven Defender
-- Por exemplo: Se quiseres fazer um personagem que era ladrão de rua, que depois de sua família ser assassinada se tornou um arremessador de machados módafóca, é só escolher classe guerreiro, background "Ladrão" e temas "Avenger" e "Axe Specialist". Depois, escolha o seu nível e voi là! Terás um personagem pronto em 5 minutos.

* Os 9 alinhamentos estão de volta e eles influenciarão também em magias e habilidades. Entretanto, se o mestre quiser tirar, poderá.

Alinhamento: A fonte da maior quantidade de brigas no D&D
* No playtest, os clérigos eram bem similares aos do ad&d e 3.5. Utilizavam cura, benção, etc.
* Principais características do design do clérigo: Cura, Magias Divinas (sendo elas sutís e indiretas), utiliza armaduras e são reflexo dos deuses.
* Expulsar mortos-vivos será mais simples. Cada criatura terá um DC, o clérigo terá um bônus baseado em atributo e nível, se o jogador vencer a dificuldade, acontece algo descrito no próprío monstro. Não necessariamente destrói! Depende da criatura.

* Magia é Vanciana, do nível 1 ao 10. Aparentemente não vai ter nível 0.
* Os testes provavelmente serão "Ataque para definir a DC" Vs "Teste de resistência".
* Magic Missile acerta automaticamente. 1d4+1 ou 1d6+1, com acréscimo de dardos por nível.
* No playtest, pode se ver apenas coisas "básicas": armadura arcana, dardos místicos e raio de elemento à vontade. (scorching ray)

* Ladinos possuem Sneak Attack (ataque furtivo), uma combinação de terceira com quarta edição. O acréscimo de dano vai até 10d6 nos níveis elevados.
* Talvez terá também "Backstab" (ataque pelas costas), uma das idéias de Robert Schwalb é todas as classes poderem dar backstab e os ladinos serem simplesmente melhores nisto.


É isso! Se eu encontrar mais coisas, aviso vocês.

19 comentários:

  1. cara, to curtindo por enquanto, há potencial!

    ResponderExcluir
  2. To curtindi... Meu ranger caçador que se tornou beastslayer ja se encaixaria.

    Fuchs.

    ResponderExcluir
  3. eu só tou vendo coisas que parecem ser alterações na 3.x. Renegaram completamente a 4e.

    ResponderExcluir
  4. Ai ai ai...eu tava mais esperançoso antes

    tá me parecendo uma 3.9 edition

    ResponderExcluir
  5. Eu to com medo pela wizards...
    Prevejo um fim próximo para eles...

    Ainda bem que os arcanos estão ai!

    ResponderExcluir
  6. realmente, eles estão praticamente partindo do 3.5 para fazer as alterações, talvez por isso eu esteja curtindo porque eu não gostava da 4ed e preferia jogar a 3.5

    ResponderExcluir
  7. bom
    eu curti as coisas q eram da 3.5 e oque mudaram da 3.5 to achando desnecessário, eu to achando que vai ser desnecessária essa edição. Exemplo: esse negocio de descanso nao achei relevante, apenas ira travar mais as coisas, assim como este treco de temas pre moldados.
    Mas, vamos aguardar.

    ResponderExcluir
  8. Bem, muito cedo para falar, mas percebe-se a maior influência do 3.5 até agora...

    Eu estava esperançosa de ver as coisas boas do 4.0 aí, espero que eles percebam o que é realmente necessário mudar, como a falta de equilíbrio entre as classes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao menos eles dizem que eles tem essa preocupação. Não querem deixar estas questões em "números", mas este é um intuito deles.

      A questão é, há classes mais "especializadas" em combate e outras em questões sociais. Isso é básico no D&D e sempre acontece.. O que seria da vida de um bardo se não houvesse uma platéia? Ou o que seria da vida de um Warlord se não houvesse uma batalha?

      Tudo tem que ser medido, já cansei de fazer personagens que eram ruins nas batalhas e bons no "papo", mas conseguia aproveitar tão bem os dois momentos..
      E lembro de casos que era ótimo em batalha mas não falava praticamente nada e quando ia pra cidade era simplesmente um saco.

      Equilíbrio tem que levar em consideração esses fatores também. Skills de conhecimento, habilidades na multidões, etc. Não é algo só em combate, coisa que a 4a edição apenas mensurou.

      Estou verificando diversos pontos característicos da 4a edição.. (Mais até do que eu gostaria), como habilidades/spells at-will, descanso por "encontro", etc. Mesmo assim, não vejo isso "matando" o jogo, pelo contrário, entendo que é a tentativa de agradar outras pessoas e felizmente (para mim) parte dessas regras serão opcionais.

      Estou planejando fazer um post longo discutindo todas estas questões. Vou ver se faço neste final de semana e publico na semana que vem. Só para adiantar, minha maior preocupação quanto a este sistema é: 1) Será que haverá espaço para tantas regras opcionais e "fluffs" no livro? (para quem não sabe, "fluff" são descrições e textos apenas para se ambientar, sem colocar regras no meio) 2) Como eles dividirão essas milhares de regras opcionais? Talvez vai ficar uma colcha de retalho horrível.

      Deixo então apenas uma pergunta..
      O que você gostaria de ver da 4a edição no novo sistema?

      Excluir
    2. O fato de não ter monge no livro do jogador! Há!

      Excluir
    3. Fornari foi estuprado por um monge na infância.

      Só pode.

      Excluir
    4. E foi por um monge exalted, com voto de pobreza!!! kkk

      Mas tbem concordo com Fornari, vejo monge como uma classe oriental e não medieval, como é o tema de D&D!!!

      Excluir
  9. o fato é que tirando as regras opcionais você tera a 3.5. Então não precisara comprar mais 400 livros. Continua na 3.5 =)
    Cada vez mais acho que o intuito das novas edições é exclusivamente grana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí que vocês se enganam.
      Aparentemente, a 5a edição sem as regras opcionais será mais simples que a 3.5.

      Vide:
      1) As ações por rodada serão DUAS. Movimentação + Standard. Não terá "ataque completo" ou coisas do tipo.
      2) Esqueça ataque de oportunidade... Mais ou menos como ad&d.
      3) Muitos testes agora não haverá mais teste, por exemplo: No 3.5, tenho força 28 (só para dar como exemplo) e quero quebrar a porta de DC 18 .. Tiro 2 no d20 e dá apenas 16.. O fracote da equipe de força 8 também tenta, tira 19 e passa. Na 5a edição será diferente.. A DC é X, se você tiver aquele atributo, gastando uma ação você passou.
      4) Quantos ataques você dá com um ranger arqueiro com tiro rápido e qual será os seus bônus? Em level alto a 3.5 vira mais ou menos que nem a 4a.. "Mestre! Com os bônus deu 27!", "Errou", "Esqueci o bless! 28!", "Errou", "Argh! Esqueci que era o segundo ataque com tiro rápido e a penalidade é só -2 ao invés de -5, deu 31!", "Errou", "Hm.. deixa eu recalcular, hm... Com cat's grace e o arco de salomão eu tenho +1! 32???", "Ok.. acertou". Isso eles pretendem fazer acabar, base de ataques servirá para todos os ataques e ponto final.
      5) Ao invés de explicar à um novato todas as skills e feats para ele fazer sua ficha, ele apenas escolherá o tema e o background, isso é, além de ser mais simples, será OBRIGATÓRIO ele pensar no passado, na classe e como o personagem agem.

      Tem mais coisas para listar.. Também há coisas que não me interesso e acho desnecessário, mas no geral acredito que o trabalho esteja ficando ótimo.

      Excluir
  10. haha bela propaganda meu caro. Vamos aguardar então.
    Mas se é pra ficar mais simples que a 3.5 bom voltamos ao Ad&d agente volto para a 3.5 justamente pelo Ad&d ser simples demais, faltando algumas regras que achávamos necessárias.
    O descontentamento e minha total falta de vontade de querer saber mais sobre esta nova edição são dois:
    1) financeiro: não quero cometer o msm erro da 4 e ficar com mais livro inuteis encalhados.
    2) Funcionalidade: A 3.5 tem funcionado perfeitamente eu creio nos nossos jogos.
    Ou seja, eu realmente não to afim nem de apreender a jogar essa nova edição. Haters gonna hate. Talvez eu seja um babaca por falar isso ou talvez eu tenha sido um babaca por ter tentando a 4 ed.

    Eu tentaria um Ad&d novamente como diz o fornari.

    ResponderExcluir
  11. Posso estar enganado, mas na minha opinião, saímos do ad&d por algumas regras meio que absurdas:
    1) A tabela de xp COMPLETAMENTE ilógica
    2) Testes de morte sem testes
    3) Desbalanço ridiculamente acentuado

    ResponderExcluir
  12. nenhum deste fatores me encomoda no ad&d.
    eu lembro que foi justamente por falta de algumas regras que eram mais detalhadas no 3.5, voce tb tinha colocado na pauta como defesa da 3.5 os talentos.

    ResponderExcluir

Vamos lá, comente e deixe sua marca no Vale dos Arcanos.